Em competição, alunas recebem o prêmio de melhor memorial

A equipe da Toledo Prudente faturou como o melhor memorial na competição internacional de Direito, a Philip C. Jessup, realizada totalmente em inglês

Lais Ernesto

17/02/2020

Sempre destaque em competições, mais uma vez, alunos do curso de Direito da Toledo Prudente Centro Universitário voltam com bons resultados. Desta vez, alunas do curso conquistaram o prêmio de melhor memorial na competição internacional de Direito, a “Philip C. Jessup International Law Moot Court Competition”. A competição, realizada em Santa Catarina, acontece totalmente em inglês.
 
A equipe da Toledo Prudente é formada pelas alunas: Ana Luiza Terumi Koga Fujiki, 7° termo; Beatriz Fiorentino Colnago, 6° termo; Ellen Akemy Kuroce, 9° termo; Evelyn de Souza Claudino, 3° termo e Thauane Vitoria Silva Tavares Souza, 3° termo.
 
Ana Luiza Fujiki, conta que o memorial é toda pesquisa realizada para a competição. “Esta é uma competição de julgamento simulado na Corte Internacional de Justiça, eles preparam um caso hipotético e conflitos que geram questões de Direito Internacional, que devemos resolver”, explica.
 
A participante fala ainda que são sempre temas complexos e que cada time deve produzir dois memoriais: um defendendo o Estado requerente e outro, defendendo o Estado requerido.
 
“É extremante gratificante ter um resultado como este, pois produzir memoriais não é tarefa simples, passamos dia e noite pesquisando e escrevendo. Então, saber que o nosso trabalho foi digno de um prêmio tão importante, é muito emocionante. Fez valer a pena todo esforço”, conta a aluna. 
 
Agora, o memorial das alunas concorre ao prêmio Hardy C. Dillard Awards. A Jessup analisa os melhores memoriais de cada país participante da competição e concede o prêmio aos cinco melhores memoriais do mundo. O resultado sairá em junho e claro, já estamos na torcida! 
 
Quer participar da próxima edição?
Fica o convite para você, estudante de Direito, para participar do grupo de estudos STOPPIL – Studies on Public and Private International Law, que acontece todas as quintas-feiras, das 18h às 19h. O grupo de estudos prepara o aluno para a próxima edição da Philip Jessup. “Neste grupo, estudamos Direito Internacional Público, em especial, o funcionamento da Corte internacional da Justiça, que é a corte simulada na competição. Ao longo do semestre, vamos realizar atividades práticas para ensinar técnicas de construção de teses que utilizamos no memorial, tudo em inglês”, explica Fujiki.