Alunos participam de palestra sobre família

23/08/2013

Na última quarta-feira (21), alunos do curso de Serviço Social da Toledo participaram de uma palestra com a temática “Diversidade de famílias: Antigos e novos modos de convivência domiciliar”. A apresentação foi proferida por Arilda Inês Miranda Ribeiro (foto), que é professora de graduação e pós-graduação no Programa de Educação da Unesp.

A coordenadora do curso de Serviço Social da Toledo, Juliene Parrão, comenta que abordar o assunto família para os alunos da graduação é fundamental.

“Este é um tema transversal que percorre por todas as disciplinas. A família é um objeto privilegiado de intervenção do Serviço Social, presente em sua trajetória histórica. Os processos de atenção às famílias fazem parte da história do Serviço Social”, afirma.

A palestrante afirma que a base do Serviço Social está fundamentada na família.

“A família é a base e todos os problemas estão diretamente ligados as elas”, expõe.

A professora do curso de Serviço Social e coordenadora da pós-graduação, Andreia Almeida, ressalta que o objetivo do evento é propiciar aos alunos a problematização teórico-metodológica-ético-política de elementos constituintes e constitutivos do cotidiano do trabalho do assistente social na relação com as demandas da família.

Juliene ainda acrescenta que a temática tem relação com todo o processo de formação do futuro assistente social.

“Discutir sobre a família exige entender todo o contexto sócio–politico que perpassa a sociedade em que vivemos. Requer ainda entendê-la num processo de constantes mudanças e de novas construções, considerando com grande ênfase as novas organizações, por nós entendidas como os novos “arranjos” e/ou as novas “composições” familiares”, diz.

Arilda afirma que o modelo chamado família nuclear composto por pai, mãe e filho está rasgado.

“O modelo familiar nuclear é criado, pensado, mas todas as famílias têm os seus buracos”, finaliza.