Enem poderá avaliar alunos do ensino superior

19/05/2010

Diferentemente da própria nomenclatura, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), poderá ser utilizado para avaliar também alunos ingressantes nos cursos do ensino superior, cuja avaliação é atualmente feita por meio do Exame Nacional de Desempenho do Estudante  (Enade).

A proposta é do Ministério da Educação (MEC) e foi reafirmada na última semana pela secretária de ensino superior do órgão, Maria Paula Dallari.

Informações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacional (Inep), órgão responsável pela aplicação de ambos os exames, informou que ainda não há nenhuma definição sobre a mudança, porém, existe sim esta possibilidade, que está sendo estudada.

Na opinião da coordenadora pedagógica da Toledo Presidente Prudente, Yara Pires Gonçalves, é um assunto que deve ser estudado com cautela, já que o teor da proposta não e reconhecido e o propósito de ambos os exames são diferentes. “Além de termos grupos diferenciados sendo avaliados, teremos conteúdos, competências e habilidades diversas. Como poderemos justificar essa mudança na concepção do ENADE? E o valor agregado, medido pelo Indicador de Diferença  - IDD - entre os Desempenhos Observado    e Esperado, além do Índice Geral de Cursos  - IGC? ”, ressalta.

Enem - Criado em 1998, tem objetivo de avaliar o desempenho do estudante ao fim do ensino médio. Podem participar, alunos que estão concluindo ou que já finalizaram o ensino médio nos anos anteriores. É utilizado como critério de seleção para os estudantes que pretendem concorrer a uma bolsa no Programa Universidade para Todos (ProUni). Além disso, cerca de 500 universidades já usam o resultado do exame como critério de seleção para o ingresso no ensino superior, seja complementando ou substituindo a prova do vestibular.

Enade - O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes é uma avaliação do ensino brasileiro que substitui desde 2004 o antigo 'Provão', criado em 1996.

Participam des sa avaliação, alunos ingressantes e concluintes do ensino superior. As instituições  de ensino superiores são responsáveis pelo  seu cadastramento junto ao Ministério da Educação (MEC) . O aluno que deixar de participar do Enade é impedido de receber o diploma