Prêmio Jovem Cientista

08/06/2006

ABERTAS ATÉ 29 DE SETEMBRO INSCRIÇÕES PARA O XXII PREMIO JOVEM CIENTISTA

Foi dada a largada. Você não pode ficar de fora da XXII edição do Prêmio Jovem Cientista (PJC), uma das mais importantes premiações da América Latina, entregue pelo Presidente da República.

Este ano, com o tema "Gestão Sustentável da Biodiversidade: desafio do milênio", proposto pelos parceiros CNPq, Fundação Roberto Marinho, Gerdau e Eletrobrás/Procel, o prêmio tem muito a contribuir com idéias e propostas para promover o uso racional e sustentável dos recursos ambientais.

São mais de R$ 130 mil distribuídos em dinheiro pelo PJC, além da publicação dos trabalhos vencedores em livro e de bolsas de estudos concedidas pelo CNPq. As inscrições estão abertas até 29 de setembro pelo site

www.jovemcientista.cnpq.br

www.cnpq.br/sobrecnpq/premios/pjc/

Saiba mais

"O PRÊMIO JOVEM CIENTISTA PODE SER A OPORTUNIDADE ESPERADA"


Ana Beatriz, doutoranda da UFRGS, conquistou o primeiro lugar na categoria Graduado no XXI PJC
"Um dos momentos mais importantes da pesquisa é quando obtemos resultados suficientes para que possamos passá-los adiante, tornando públicas as nossas descobertas e o nosso conhecimento - geralmente por meio de artigos e seminários. Concorrer ao Prêmio Jovem Cientista foi uma das maneiras mais inesperadas e gratificantes e pela qual pude ver meu trabalho divulgado e reconhecido. Primeiramente, tive a sorte de estudar um assunto que estava dentro do tema do XXI Prêmio Jovem Cientista em 2005. Depois, tive a felicidade de ter o trabalho aceito, junto com muitos outros trabalhos de altíssimo nível científico. Finalmente, vencer o Prêmio trouxe, mais do que reconhecimento, estímulo e auto-confiança para que eu siga pesquisando, siga acreditando na ciência que fazemos no Brasil. Com certeza existem inúmeros estudantes brasileiros que desenvolvem projetos de pesquisa exemplares e que merecem também ser divulgados e reconhecido e que ainda estão aguardando uma chance. O Prêmio Jovem Cientista pode ser a oportunidade esperada!"

Ana Beatriz Gorini da Veiga, bióloga, 29 anos, venceu com a pesquisa que identifica componentes existentes no veneno da taturana Lonomia obliqua que podem ser usados no tratamento de doenças.

INVESTIR NA PESQUISA CIENTÍFICA É CAMINHAR PARA O AVANÇO DA SOCIEDADE

José Galizia Tundisi, ex-presidente do CNPq, fala sobre a importância do tema do XXII PJC "Estudar o mecanismo e distribuição da biodiversidade e a sua recuperação é fundamental para a manutenção da qualidade de vida e implica na própria presença do homem e sua sobrevivência", diz o ex-presidente do CNPq e fundador do Instituto Internacional de Ecologia, em São Carlos (SP), José Galizia Tundisi.

DIREITO AMBIENTAL: UM TEMA RICO PARA O DESENVOLVIMENTO DE PESQUISAS

Professor Agostinho Oli Koppe Pereira
O professor Agostinho Oli Koppe Pereira, Doutor em Direito pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos (RS) e docente da Universidade de Caxias do Sul - UCS (RS) e da Unisinos, fala sobre uma das linhas de pesquisas da XXII edição do PJC para as categorias Graduado e Estudante do Ensino Superior: O Direito Ambiental aplicado à Conservação e ao Uso Sustentável da Biodiversidade. Agostinho desenvolve trabalhos nos campos de direito ambiental, direito do consumidor e biodireito. Segundo ele, para um desenvolvimento sustentável "é importante a necessidade de pesquisar novos paradigmas, buscando uma racionalidade nas relações de consumo para que se possa chegar a uma sustentabilidade, onde o homem e a natureza andem lado a lado".

> Clique para mais informações

Mais informações - procurar o Núcleo de Estudos e Pesquisas da Toledo - NEPE